Início > ANIMAIS, ATIVISMO > Dicas de comportamento – adestramento inteligente

Dicas de comportamento – adestramento inteligente

Alguns problemas de comportamento caninos:

Quando deixo meu cachorro sozinho em casa ele destrói objetos, rói paredes e arranha o sofá. O que faço para controlar isso?

Essas atitudes do cão são, geralmente, resultado da ansiedade que ele cria pelo retorno do dono. Algumas mudanças simples podem ajudar a resolver esse problema: quando for sair de casa e ao retornar, não faça festa para o seu animal. Se ele latir quando você sair, não volte, senão ele entenderá que toda vez que fizer isso vai conseguir trazer você para perto. E quando chegar e encontrar a casa bagunçada não dê bronca. Ele não relacionará a bronca com o que fez de errado e isso só aumentará ainda mais a ansiedade dele. Depois de alguns minutos, e seu cão estando mais calmo, faça um agrado e lhe dê atenção.
Para ajudar a resolver a situação é útil também, quando você sair de casa, deixar o rádio ligado e o cachorro em um local que lembre sua presença, que ele sinta o seu cheiro. Para confortá-lo, você também pode deixar uma roupa velha ou um objeto com o seu cheiro com ele.

O meu cachorro costuma latir, chorar e até pular em mim para pedir comida quando estou comendo. Como faço para ele parar?

Nesse caso, é importante que você mude também suas próprias atitudes e não só as dele. Se de vez em quando você dá um pedacinho do que está comendo para o cão, por que ele vai achar que latir ou pular em você para pedir é errado? Para que ele não incomode mais você ou sua família durante as refeições e também para que ele não se acostume com “comida humana”, não dê nenhum alimento para ele enquanto você estiver comendo, independentemente do quanto ele implorar. Vendo suas tentativas sempre fracassarem, em pouco tempo seu cãozinho vai parar de pedir.

Adotei um cão de raça agressiva e queria torná-lo manso. O que devo fazer?

Dar carinho é fundamental, mas isso não basta para resolver o problema da agressividade do cão. Cães de raças com temperamento mais agressivo devem ganhar noções de limite desde filhotinhos. Para isso, o dono deve restringir determinadas ações do cão e mostrar que está no comando. O ponto principal é demonstrar que manifestações de agressividade não serão toleradas. Além de impedir que o cão não faça algumas coisas, o dono deve ensinar dois ou três comandos (como “senta”, “deita” e “dá a pata”) para estabelecer uma hierarquia. O cão deve ser premiado com carinho e/ou com biscoito toda vez que atender uma ordem do dono. Também é fundamental socializar o cão com outras pessoas e animais. A idade que define o comportamento do cão vai dos dois aos três meses. Coincidentemente, essa também é a fase de vacinação. É necessário, portanto, equilibrar esse período com a ajuda de um veterinário para que o cão possa conviver com outros sem correr riscos de contrair doenças. Se o dono não conseguir controlar o temperamento do animal sozinho, ele deve contratar um profissional para treiná-lo o mais rápido possível. Algumas raças desenvolvem agressividade mais facilmente e, mesmo dentro de cada raça, há uma grande variedade de comportamento.

Já tenho um cachorro e desejo adquirir um novo cãozinho. Como evitar que eles briguem?

O primeiro encontro entre o cão da casa e o novo animal deve ser feito em um território neutro – a, pelo menos, três quarteirões da casa. É recomendável que os cães sejam levados para passearem juntos e também incentivados a brincarem um com o outro. Depois que cansarem da brincadeira, os cães podem ser levados para a casa. No momento da chegada e nas próximas semanas, nenhum objeto que incentive disputa pode ficar disponível (como um brinquedo, por exemplo). Adquirir um cão com o sexo e o porte oposto ao do cão mais antigo também evita rivalidade. Se o cão mais velho já for idoso, é recomendável que haja um espaço em que ele possa ficar sozinho, longe das algazarras do filhote.


Tenho um cão adulto e vou ter nenê. E agora?

Para não criar competição, o cachorro tem de relacionar a criança com uma sensação prazerosa que vai melhorar e não piorar a sua vida. O cão reconhece as pessoas da casa como integrantes de sua matilha e o mesmo deve acontecer com o bebê. Assim que o bebê chegar na casa, deve-se apresentá-lo ao cão e deixá-lo ser cheirado. No dia-a-dia é preciso criar situações agradáveis ao cão – brincadeiras, atenção e carinho – quando a criança estiver presente. Desta forma, o cão vai assimilar o bebê com sensações agradáveis e não vai sentir ciúmes. Se o cão não for ter acesso a uma parte da casa – como o quarto do bebê – é preciso acostumá-lo semanas antes da chegada do recém-nascido, para que ele não relacione a chegada da criança com a perda do território. O mesmo deve ser feito no caso de diminuição da atenção dada ao cão. É bom lembrar que o cachorro não deve ficar sozinho junto com o bebê sem supervisão. O cão pode machucar a criança brincando de maneira desajeitada.

Meu filhote sempre chora durante a noite. O que devo fazer?

O filhote chora porque sente falta da mãe e dos irmãos. Para acostumá-lo gradualmente a ficar sozinho, o ideal é dar um pano com o cheiro da mãe com o qual ele deve dormir. Manter um som baixo e constante vai fazer o cão lembrar da respiração materna e acalmá-lo. Um simples relógio que faça “tic-tac” pode ajudar. Além de dar uma caminha confortável, cansar o filhote com brincadeiras antes de dormir vai fazer com que ele pegue no sono. Se o cãozinho insistir em chorar, não vá até onde ele está. Se o dono for ver o cão toda vez que ele chorar, ele vai entender que, ao fazê-lo, ele é atendido e usará essa tática sempre. O ideal é ter certeza de que o cão está bem antes de dormir e depois ignorar seus chamados.

Fonte:cão cidadão

Anúncios
Categorias:ANIMAIS, ATIVISMO
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: