Início > ECONOTÍCIAS, SOCIEDADE > Compartilhamento automático de bicicletas na USP

Compartilhamento automático de bicicletas na USP

No dia 4 de maio, às 12 horas, acontece o lançamento da fase de testes do Pedalusp, um sistema automático de compartilhamento de bicicletas para alunos, professores e funcionários da USP na Cidade Universitária (Zona Oeste de São Paulo). A implementação servirá para testar a tecnologia desenvolvida na Escola Politécnica (Poli) da USP para o sistema em duas estações, nos prédios do Biênio e da Mecânica, Naval e Mecatrônica da Poli. Os testes devem seguir até novembro.

Mecanismo reconhece cartões de identificação e travas das bicicletas

O Pedalusp foi concebido pelos engenheiros mecatrônicos Maurício Massao Soares Matsumoto e Mauricio Serrano Goy Villar. Ao longo de um ano, eles trabalharam para desenvolver o mecanismo de reconhecimento dos cartões de identificação e as travas das bicicletas interligadas ao sistema. Toda a tecnologia foi idealizada e criada por eles, com a colaboração de empresas prestadoras de serviços.

A idéia surgiu durante os dois anos de estudos nas “Ecole Centrale” na França para a obtenção do duplo diploma em engenharia concedido pelo convênio firmado entre instituições francesas e a Poli. A observação dos sistemas franceses de compartilhamento de bicicleta (nas cidades de Paris, Marseille e Lyon) inspirou os então estudantes a desenvolverem seu próprio sistema.

Utilização

O sistema será composto de estações automáticas estrategicamente distribuídas pela Cidade Universitária com a função de armazenar as bicicletas e disponibilizá-las aos usuários a qualquer hora do dia. No momento da primeira utilização, os usuários precisarão se cadastrar ao sistema na central de operações do Pedalusp usando seu cartão de identificação USP.

Também será necessário cadastrar uma senha pessoal. Quando o usuário for retirar uma bicicleta, sempre será necessária a utilização dos mesmos cartão e senha no terminal de atendimento da estação. O uso é gratuito, desde que a devolução da bicicleta seja feita em qualquer estação dentro do tempo permitido.
O sistema de compartilhamento foi tema do trabalho de conclusão de curso que Maurício Massao Soares Matsumoto e Mauricio Serrano Goy Villar desenvolveram juntos na Poli, e serviu como marco inicial para o Pedalusp. Depois da conclusão do curso, o trabalho foi apresentado à Coordenadoria do Campus da Capital (Cocesp) da USP que apoiou institucional e financeiramente o projeto e deixou a execução a cargo de seus idealizadores.

O lançamento da fase experimental do Pedalusp ocorrerá no dia 4 de maio, às 12 horas, no prédio da Engenharia Mecânica da Poli (Av. Prof. Mello Moraes 2231, Cidade Universitária, São Paulo). Também está disponível um site sobre o projeto, no endereço http://pedalusp.blogspot.com .
(Com informações do Serviço de Comunicação Social da Poli)

Mais informações: pedalusp@usp.br

Anúncios
Categorias:ECONOTÍCIAS, SOCIEDADE
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: